segunda-feira, 1 de maio de 2017

* "O poder dos pais que oram"

      


          Motivo - Sendo a pessoa que Deus criou

          Sem saber para que Deus nos criou, tentando ser o que não somos ou desejando ser outra pessoa, seremos levados a uma vida de sofrimentos, frustração e fracasso. Vemos exemplos disso em adultos que trabalham em empregos que detestam, tem uma vida infeliz e sempre aquém de suas expectativas. E, por certo, em algum ponto da vida, estes indivíduos estarão crendo numa grande mentira: não é bom ser como sou, preciso ser outra pessoa. Talvez eles jamais tenham sido encorajados a reconhecer os talentos e a potencialidade que Deus lhes deu. Certamente não compreenderam quem Deus gostaria que fosse".
          Nós nos tornamos a pessoa que Deus nos criou para ser quando pedimos a orientação dele e fazemos o que ele manda. Sofremos consequências danosas quando não atendemos a voz de Deus. Devemos orar para que nossos filhos tenham ouvidos para ouvir a voz de Deus e, assim, não lhes sucedam este sofrimento".
          Um dos planos do diabo em relação aos jovens é fazer com que se comparem a outros, julguem-se imperfeitos e busquem ser alguém que não foram criados para ser. As jovens comparam-se a outras garotas e acham que os cabelos delas são mais bonitos, as roupas mais interessantes, as casas melhores, são mais queridas, tem melhor desempenho escolar ou mais talento e beleza. Os garotos olham para outros rapazes e os acham mais altos, mais bonitões, melhores atletas, mais cheios de amigos, com mais cabelo, mais dinheiro ou mais capacidade e habilidade".
          O processo diário de comparação e o resultado que está sempre abaixo da expectativa minam a verdadeira identidade de uma criança. Conheço muitos jovens que quando atingiram a adolescência já ansiavam ser uma pessoa diferente do que eram. Em vez de dar valor à pessoa que Deus criou para serem e gastar as energias procurando tornar-se o melhor possível, eles lutam e se esforçam para ser algo que não podem ser, fazendo coisas que jamais os satisfarão. Nossas orações podem bloquear este plano do inimigo e proporcionar aos nossos filhos uma visão clara de si mesmos e do futuro".
          Na Bíblia Deus promete derramar o Espírito Santo sobre nossos filhos, e se refere a eles assim: 

"E brotarão como a erva, 
como salgueiros junto às correntes das águas. 
Um dirá: 
Eu sou do Senhor;
 outro se chamará do nome de Jacó; 
o outro ainda escreverá na própria mão:
 Eu sou do Senhor"
(Isaías 44:4-5

           Estes filhos vão ter identidade. Serão cheios do Espírito Santo e da convicção interior de que são do Senhor. Você verá uma expressão confiante e alegre no rosto do filho que diz com convicção: "Eu sou do Senhor". 
          Se você deseja esta atitude de seu filho, comece a orar sobre o assunto".

          Oração
          "Senhor, Peço que derrames hoje o teu Espírito sobre (nome do filho/filha) e o (a) unjas para aquilo que o (a) tens chamado para ser e fazer. Senhor, tu disseste: " Cada um permaneça diante de Deus naquilo em que foi chamado" (1 Coríntios 7:24). Que a tua Palavra seja cumprida neste filho (a), e que ele (a) jamais se afaste do plano que tens para a vida dele (a) ou tente ser algo que não é. 
          Livra-o (a) de qualquer cilada do diabo para roubar-lhe a vida, afastá-lo (a) de sua singularidade e aptidão, comprometer o caminho que lhe preparaste ou destruir a pessoa que tu queres que ele (a) seja. Que ele (a) não siga a mais ninguém senão a ti, e que conduza pessoas para o teu reino. Ajuda-o (a) a crescer no pleno conhecimento da autoridade que tem em Jesus e, ao mesmo tempo, a guardar um espírito submisso e humilde. 
          Que o fruto do Espírito, que é amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio se desenvolva nele (a) a cada dia (Gálatas 5:22-23). Que ele (a) encontre sua identidade em ti, veja-se como teu instrumento e saiba que se completa em ti. Dá-lhe discernimento quando estabelecer metas para o futuro, e objetividade a respeito do que tu queres que ele (a) faça. Ajude-o (a) a ver a si mesmo (a) como tu o (a) vês - a partir do futuro e não do passado.           Que seja convencido (a) de que teus pensamentos para ele (a) são pensamentos de paz, e não de mal, para lhe proporcionar perspectivas e esperança (Jeremias 29:11). Ensina-o (a) a olhar para ti como sua esperança para o futuro. Que ele (a) entenda que foi o Senhor "que nos salvou e nos chamou com santa vocação; não segundo as nossas obras, mas conforme sua própria determinação e graça que nos foi dada em Cristo Jesus antes dos tempos eternos" (2 Timóteo 1:9). Que seu compromisso de ser a pessoa que tu queres o (a) capacites a crescer dia a dia na confiança e na ousadia do Espírito Santo. 
          Em nome de Jesus. Amém!" 

          Armas de Guerra
"Vós,

 porém, 
sois raça eleita, 
sacerdócio real, 
nação santa, 
povo de propriedade exclusiva de Deus, 
a fim de proclamardes as virtudes 
daquele que vos chamou das trevas para sua maravilhosa luz" 
1 Pedro 2:9


"Mas, 

como está escrito: 
nem olhos viram, 
nem ouvidos ouviram, 
nem jamais penetrou em coração humano
o que Deus tem preparado para aqueles que o amam" 
1 Coríntios 2:9 


"Por isso, 

irmãos,
 procurai,
 com diligência cada vez maior, 
confirmar a vossa vocação e eleição;
 porquanto, 
procedendo assim,
 não tropeçareis em tempo algum"
2 Pedro 1:10


"Sabemos que todas as cousas 

cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, 
daqueles que são chamados segundo o seu propósito. 
Porquanto aos que de antemão conheceu, 
também os predestinou
 para serem conformes a imagem de seu Filho, 
a fim de que ele seja o primogênito entre muitos irmãos. 
E aos que predestinou, 
a esses também chamou;
 e aos que chamou, 
a esses também justificou; 
e aos que justificou, 
a esses também glorificou"
Romanos 8:28-30 


"Dispõe-te, 

resplandece,
 porque vem a tua luz, 
e a glória do Senhor nasce sobre ti" 
Isaías 60:1

de www.facebook.com/FilhosDesafiosEMinisterio

Nenhum comentário:

Postar um comentário