quarta-feira, 28 de junho de 2017

JESUS, O BOM PASTOR!

“Eu sou o bom pastor.
 O bom pastor dá a vida pelas ovelhas” 
João 10:11

          Nunca existiu e nunca existirá um Pastor mais digno, dócil, amoroso e excelente que Jesus Cristo. Todo Ele é maravilhoso. O seu amor extrapola nosso entendimento. Não podemos esquecer que este Pastor é “o Soberano dos reis da terra” (Apocalipse 1:5), aquele que “Nele reside a natureza completa de Deus” (Colossenses 1:19) e que “sonda mente e corações” (Apocalopse 2:23). E, quanto mais pensamos nesses fatos, as obras do Pastor se tornam mais magníficas ainda. Pois, ele nos conhecendo mais do que nós mesmos, não nos rejeitou. Como Ele pode nos suportar?! , como O Perfeito e Imaculado Jesus pode nos amar, conhecendo o que se passa em nossos corações?!. Ele veio ao mundo com o foco de dar a vida pelas ovelhas. Nesse capítulo dez, Ele diz isto, repetidamente (10:15,17,18). E Ele dá a sua vida segundo o seu próprio propósito e vontade. “Nisto conhecemos o amor: que Cristo deu a sua vida por nós...” (1 João 3:16).  “Ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a própria vida em favor dos seus amigos” (João 15:13). Que verdade! Quando o apóstolo Pedro disse para Cristo que daria a sua própria vida por ele, a resposta do Mestre para o seu discípulo foi: “Em verdade, em verdade te digo que jamais cantará o galo antes que me negues três vezes (João 13:37,38). Sei que Pedro amava seu Senhor, assim como nós amamos, mas o nosso amor nunca pode ser comparado com o amor de Cristo. Nosso amor é fraco e imperfeito! Enquanto que o amor de Cristo, passaremos a eternidade conhecendo sua largura, comprimento, altura e profundidade (Efésios 3:17-19).
         “O bom pastor dá a vida pelas ovelhas”. “Pelas” ou “a favor” das suas ovelhas. Ele nos substituiu para nos proteger da morte, a fim de que mediante a sua morte as ovelhas possam ter vida. O bom Pastor dá sua vida em benefício das ovelhas, pois essa é a única maneira de livrá-las do fogo eterno e da ira vindoura. Ele se ofereceu voluntariamente como oferta pelos pecados das ovelhas. Foi ele quem levou sobre si a ira de Deus contra os nossos pecados e tornou possível o perdão para os mesmos (1 João 2:2). Só podemos falar com alegria acerca da salvação, porque o Bom Pastor morreu por nós, aplacando a ira de Deus, tão ofendida pelas nossas iniquidades. Esse era o seu foco e sua missão: “o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos.” (Mateus 20:28). Isto aconteceu no Calvário. Foi lá que ele ofereceu a sua vida em resgate a Deus, contra  quem os homens desprezaram e desagradaram.
          Tomemos cuidado para não desprezarmos o sacrifício do Pastor e não fazer caso da sua obra salvadora. Pois, é de se lamentar que nem todos aproveitam a salvação oferecida. Se faz necessário hoje ouvirmos, escutarmos e obedecermos a voz do Pastor, porque Deus “determinou um dia para julgar com justiça o mundo por meio do homem que ele destinou, e já mostrou quem é, ao ressuscitá-lo dos mortos”. (Atos 17:31). Certifique-se de que você é uma ovelha de Cristo. Como? O apóstolo João nos ensina: “E como podemos ter certeza de que pertencemos a ele? Obedecendo aos seus mandamentos”. (1 Jãoo 2:3). A verdadeira ovelha,  obedece a voz do seu Pastor!
          Portanto, meus amigos(as):
 “Hoje, 
se ouvirem a sua voz, 
não endureçam seus corações”
Hebreus 4:7
          Oração
       "Senhor, muito obrigado pela tua maravilhosa graça que me transformou numa ovelha que te segue e que te pertence. Obrigado também, por suprir as minhas necessidades diárias e me conduzir pelos caminhos da justiça, e creio, que pelo teu favor, será assim até chegar na tua casa – o Céu. Amém! 
Pr. Luiz Guilherme Mesquita Alvez

de http://odinete.blogspot.com.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário